Atenção! Este site usa cookies. Ao navegar no site está a permitir a sua utilização! Saiba mais.Fechar
poupança

Poupe agora e ganhe no Futuro: Sugestões de poupança.

20 Fevereiro 2018
0 comentários

Poupança: um dos temas sensíveis quando se fala em dinheiro. Nem sempre é fácil poupar, e mais difícil é saber como fazê-lo. Entre as contas da casa, os transportes, as compras de supermercado, os seguros e as despesas de saúde, ter definidos patamares de consumo que permitam poupar algum dinheiro todos os meses pode parecer impossível.

Neste artigo damos-lhe algumas sugestões de como pode implementar, de forma fácil e prática, técnicas de poupança no seu quotidiano. Aprenda a reduzir consideravelmente as suas despesas e aumente a sua poupança para aproveitar com mais leveza e tranquilidade o seu dia a dia!

Como começar a poupar?

Segundo o Inquérito à Literacia Financeira realizado em 2016, 59% dos portugueses assumem comportamentos de poupança, sendo que esse número aumentou relativamente ao número do estudo anterior. Isso é um sinal de que os comportamentos de consumo dos portugueses têm-se vindo a alterar, permitindo que sejam feitas compras mais conscientes e responsáveis.

Para começar a poupar no quotidiano, é importante que comece por fazer um levantamento de todas as suas despesas. Para isso pode usar aplicações digitais como é o caso da aplicação portuguesa Boonzi mas também pode fazer este levantamento num papel ou numa folha de cálculo.

Anote todas as despesas fixas que tem como:

  • Aluguer/prestação de crédito habitação;
  • Média de despesas de casa (luz, gás, água);
  • Mensalidade de internet, televisão e telefone;
  • Mensalidade de telemóvel e outras comunicações;
  • Média de despesas de compras de supermercado;
  • Despesas de educação (colégio, berçário, escola…);
  • Despesas de lazer (subscrição ginásio, aulas de dança,…);
  • Prestação de seguro automóvel;
  • Prestação de seguro de saúde;
  • Outras despesas que considere relevantes.

 

Ter todas as despesas fixas que tem listadas, permite-lhe ter uma visão mais ampla do seu orçamento familiar. Assim saberá no que pode poupar, cortar ou procurar alternativas mais económicas.

Poupar dinheiro na conta da eletricidade

Poupar dinheiro na eletricidade pode parecer impossível…mas não é! Existem algumas práticas e soluções que pode seguir para reduzir o seu consumo energético e diminuir assim a fatura da luz. Continue a ler!

Usar lâmpadas LED

Comece por substituir as suas lâmpadas tradicionais por lâmpadas económicas de energia e de baixo consumo (LED). Estas lâmpadas duram três vezes mais que as “tradicionais” e consomem também três vezes menos! Apesar de ser um investimento maior no momento da compra, estas lâmpadas acabam por compensar na economia que faz a longo prazo.

Programe o aquecimento

Tem aquecimento automático ou central na sua casa? Programe-o! Na maioria dos sistemas modernos de aquecimento, é possível determinar a que horas é que o sistema deve ser e estar ligado.

Não tenha o aquecimento a funcionar entre as 09h e as 18h se estiver, por exemplo, no trabalho… mas pode programar para que ele comece a funcionar uma hora antes de chegar a casa.

Programar o aquecimento permite-lhe ter sempre a sua casa quente quando está no seu interior… mas reduzir em muito o consumo elétrico enquanto está fora de casa!

Outro aspeto importante para economizar no que diz respeito ao aquecimento da casa, é garantir que não existem bloqueios na difusão do calor. Garanta que nenhum móvel ou objeto está à frente do aquecimento e saída de calor!

Os “stand by” e os equipamentos ligados à corrente

Quantos objetos mantém ligados sem necessidade? Chaleira, máquina do café, carregador do telemóvel, televisão… são alguns exemplos de aparelhos eletrónicos que ficam em permanência ligados à corrente.

Mesmo sem estarem a ser utilizados (ou estando em stand by), estes equipamentos consomem uma pequena quantidade de eletricidade. Pelo ambiente e pela sua fatura de eletricidade… desligue todos os equipamentos que não necessitam de corrente quando não estão a ser utilizados!

Isole bem a sua casa

Antes da chegada dos meses de maior frio, verifique que não existem entradas de ar nas suas janelas e portas. Fazer esta pequena e rápida verificação, pode ajudar a detectar fissuras ou entradas de ar que podem prejudicar em muito a retenção de calor durante os meses de frio.

Evitar as dissipações de calor é uma das formas mais eficientes para manter a sua casa quente sem precisar de gastar muito dinheiro em aquecimento.

Procure equipamentos energéticos A+

Vai mudar de eletrodoméstico? Na altura de comprar um novo frigorífico, máquina de lavar ou outro eletrodoméstico, procure um que tenha uma etiqueta energética superior, do tipo A+. Verifique também que tem a etiqueta europeia da ecologia, que garante que esse produto é ecológico (tanto para o ambiente, como para a sua carteira!).

Lembre-se: os equipamentos mais baratos são por norma os que mais gastam energia. Investir num equipamento com uma melhor performance energética, leva a muitas economias na sua fatura mensal de eletricidade!

Poupar dinheiro no supermercado

Listas de Compras

Adote as listas de compras! Levar uma lista de tudo o que realmente precisa para o supermercado ajuda a que não se esqueça de nada como também a fazer poupanças. Sem listas, acabamos sempre por trazer coisas por impulso ou sem uma real necessidade.

Uma forma de poupar é tentar ir uma vez por semana ao supermercado e fazer uma lista de compras semanal.

Promoções e cupões

Fazer poupanças no supermercado é cada vez mais fácil! Use aplicações de poupança como a Top Desconto ou a Top Desconto que lhe permitem, em apenas alguns cliques, aceder a todas as promoções em vigor nas suas lojas favoritas.

Invista algum tempo a comparar as diferentes lojas e fazer contas para saber onde lhe compensa ir mais. Lembre-se de contabilizar o preço da gasolina e transporte: pode não compensar ir a quatro supermercados diferentes para poupar nas compras, mas gastar muito mais em combustível!

Outras poupanças

Seguros

O seguro automóvel, o seguro de casa, o seguro de saúde ou ainda o seguro de vida são outras da despesas que pesam na carteira. Por serem despesas essenciais, é importante que sejam analisadas ao detalhe, uma vez que representam uma fatia considerável do orçamento familiar.

Sabia que pode mudar de seguro, inclusive de seguro de vida mesmo estando ele associado a um crédito habitação? Isso permite-lhe poder explorar outros planos e seguros que podem ajudá-lo a poupar muito por mês!

Uma forma de saber quanto é que pode poupar com uma mudança do seu seguro, é usando o simulador online da LOGO. Este simulador é gratuito e pode ser usado sem qualquer compromisso. Com apenas alguns cliques e sem precisar de sair do conforto da sua casa, pode ficar a saber quanto é que pode poupar exatamente por mês ou por ano com uma mudança do seu seguro.

Outro aspeto a ter em conta no momento da escolha do seguro, é o tempo que este lhe ocupará. Tal como na questão do supermercado abordada anteriormente, a poupança deve ser vista como um todo e não só pelo valor final pago. Um seguro que lhe faz perder tempo em deslocações, em pesquisas, em selos de correio e em chamadas, vai pesar no seu plano de poupanças.

Privilegie um sem intermediários e que lhe disponibilize todos os serviços de subscrição e gestão de forma online, direta e a qualquer hora da sua conveniência.

infográfico poupança

Poupanças: para começar a poupar, não precisa complicar.

Não precisa de começar a poupar em todos os campos e frentes! Comece com algumas mudanças e vá implementando esforços com o tempo. À medida que for vendo a sua poupança aumentar, irá sentir mais motivação para continuar a fazer compras e consumos mais conscientes. Boas poupanças!

Fontes:

Jornal de Negócios
Reorganiza

Dica BLOGO:

Depois de poupar, porque não investir? Segundo o Inquérito à Literacia Financeira, só um terço dos portugueses coloca a poupança a render. Pode colocar o aforro numa conta poupança ou fazer investimentos através da bolsa ou da economia colaborativa.

Outros artigos que lhe poderão interessar

Seguro Vida