Atenção! Este site usa cookies. Ao navegar no site está a permitir a sua utilização! Saiba mais.Fechar
ar condicionado

Ar condicionado ou aquecimento central, qual a melhor solução?

27 Outubro 2016
0 comentários

Todos os anos pensa em sentir-se confortável em casa com uma temperatura amena, durante os dias mais frios.

Sabemos que a forma mais rápida e menos dispendiosa (pelo menos no investimento inicial) de o fazer é através de aquecedores e termoventiladores. Mas estes têm vários inconvenientes, entre eles o perigo que representam (saturação do ar), o enorme consumo de gás ou eletricidade, e a pouca área em que realmente são eficientes.

Com um investimento inicial superior, consegue um sistema de aquecimento mais eficaz, economizador e seguro. Fique a saber as vantagens e desvantagens das duas principais fontes de aquecimento aconselhadas: o ar condicionado e o aquecimento central.

Ar condicionado

É a fonte de aquecimento mais comum, muito devido ao seu preço. Em casas pequenas e médias é uma boa escolha. Numa casa maior pode ser necessário a instalação de uma unidade mais potente, mas ainda assim o seu preço acabará por compensar.

Vantagens:

– Instalação não muito complexa – apesar de ser necessário instalar uma unidade exterior e uma unidade dentro da casa, a instalação não é muito complicada. Pode até optar por um ar condicionado portátil que nem precisa de instalação;

– Pode funcionar também como refrigerador de ar, no verão – embora existam ares condicionados que apenas aquecem o ar, as unidades mistas, que aquecem e arrefecem o ar, são as mais comuns e acessíveis;

– Purificador de ar – num sistema de ar condicionado o ar é filtrado e aquecido (ou arrefecido). Ao entrar no sistema, o ar que está no interior da casa passa por filtros que absorvem poeiras e outras impurezas, e é então depois libertado para o exterior;

– Reduz a humidade – ao aquecer (ou arrefecer) o ar, o sistema de ar condicionado retira a humidade que está a mais na sua casa. Sendo um sistema ideal para quem sofre de doenças reumatológicas.

Desvantagens:

– Um sistema de ar condicionado não é económico de se manter. Se não fizer um uso moderado e mantiver o ar condicionado ligado durante muito tempo, verá os custos a aumentarem ao final do mês;

– Os filtros devem ser limpos quinzenalmente e substituídos se danificados. A unidade externa deve também ser revista anualmente, pois está muito exposta. Pode ser necessário retificar o nível de gás anualmente;

– Se a casa é grande, o investimento será muito elevado quer em relação ao consumo, quer mesmo em relação à unidade de ar condicionado a instalar. Ou seja, para manter um ambiente ameno numa vasta área pode ter de despender vários milhares de euros.

Aquecimento central:

O aquecimento central pode ter várias fontes de energia: o gás, a eletricidade e até mesmo o gasóleo. Dependendo da área que tiver disponível para a instalação do aquecimento central, esta pode ser uma boa opção para quem quer manter a casa a uma temperatura amena.

Vantagens:

– Aquecimento mais uniforme e homogéneo em toda a casa – seja através de piso radiante quer mesmo através de radiadores espalhados pela casa. O aquecimento central funciona num sistema de aquecimento de água que depois percorre um determinado circuito, libertando calor;

– Mais poupado na fatura mensal – é ideal para grandes áreas onde consegue manter uma temperatura amena consumindo menos que outros sistemas de aquecimento.

Desvantagens:

– A instalação é mais complexa e necessita de espaço. Idealmente um sistema de aquecimento central deve ser instalado durante a construção da casa;

– O investimento inicial é bastante elevado, comparando com outros sistemas de aquecimento;

– Permite apenas o aquecimento do ambiente, não filtrando nem arrefecendo o ar.

Fontes:

Ar Condicionado
Ekonomista
Guia Casa Eficiente

Dica BLOGO:

  • Aconselhamos a informar-se com um profissional sobre o melhor sistema de aquecimento para a sua casa e a fazer as contas ao investimento ao longo dos anos.

Outros artigos que lhe poderão interessar