Atenção! Este site usa cookies. Ao navegar no site está a permitir a sua utilização! Saiba mais.Fechar

Vai mudar de casa? E o seu pacote de telecomunicações?

9 Novembro 2018
0 comentários

Mudar de casa é sinónimo de alterações, sendo que é necessário ter vários pormenores em conta. Uma das preocupações que surgem no momento de mudar de casa é o que fazer relativamente ao pacote de telecomunicações.

Pode transferir-se de morada? Ou pode-se simplesmente cancelar?

É fidelizado ou não?

A questão da fidelização é uma questão fulcral. A grande maioria dos pacotes de telecomunicações oferece pacotes de serviços com descontos, aos quais está associado um período de fidelização que por norma é no mínimo, por 24 meses.

Quer isto dizer que, durante dois anos, o cliente não poderá rescindir o contrato de telecomunicações. Por outras palavras, se rescindir terá que pagar à fornecedora do serviço uma indemnização respeitante às mensalidades em faltam, até serem cumpridos os 24 meses.

Normalmente, quando se faz uma atualização ou adição ao contrato – como, por exemplo, a associação de um novo número de telemóvel – isso implica por norma uma renovação da fidelização no seu pack de telecomunicações.

Não se esqueça de se informar bem de todos os detalhes quando fizer este tipo de alterações!

Mas há exceções a esta obrigatoriedade. A mudança de morada é precisamente uma delas! O contrato de fidelização está associado à morada e não a um nome individual ou NIF, e é aqui que faz toda a diferença a continuidade ou não da fidelização.

Manter o serviço?

O primeiro passo, seja qual for a sua vontade, é comunicar à operadora de telecomunicações a mudança de morada.

Aí terá duas hipóteses:

  • Transferir o atual contrato para a nova morada;
  • Ou, terminar o contrato, invocando alteração de morada.

No caso de querer continuar com o fornecedor de telecomunicações, é feita uma alteração na morada de prestação de serviços. Nesse sentido, a questão da fidelização não ocorre em qualquer problema, pois mantém o mesmo contrato de telecomunicações.

No entanto, verifique sempre bem as condições com a sua operadora de telecomunicações, pois a alteração de morada e consequente nova instalação de serviço, poderá ter associado um novo período de fidelização de 24 meses.

O que fazer em caso de rescisão?

A alteração de morada, conforme indicado pela ANACOM é considerado um motivo legítimo para rescisão de contrato de um pacote de telecomunicações – sem lugar a penalização do cliente.

Se não está satisfeito com o serviço, ou se verifica que na nova morada a cobertura não é tão boa, ou até que outras operadoras terão melhores propostas, não é obrigado a manter o atual contrato de telecomunicações.

Para isso, basta invocar uma rescisão de contrato por alteração de morada. Se não houver cooperação por parte da operadora de telecomunicações neste sentido poderá dirigir-se aos Centros de Arbitragem de Conflitos de Consumo ou Julgados de Paz.

Como mudar de casa e lidar com as telecomunicações

Se no momento de mudar de casa decidir fazer um novo contrato com uma nova operadora, recomendamos que faça uma comparação entre todas as operadoras de telecomunicações.

Compare:

  • A qualidade de cobertura na nova zona;
  • O custo;
  • As diferentes opções de serviços de telecomunicações;
  • Possíveis ofertas e descontos.

Lembre-se também que associado a potenciais ofertas e descontos vem quase sempre um período de fidelização.

Em suma, quando chegar a hora de mudar de casa informe-se e decida em conformidade pelo pack de telecomunicações que mais se adequa a si e à sua família.

Comece sempre por informar a atual operadora da mudança. Assim poderá verificar se têm alguma oferta que lhe agrade. Por outro lado, não deixe de verificar se outro servidor de telecomunicações é o mais indicado para si!

Fontes:

ISG
Boonzi

Dica BLOGO:

Mudar de morada pode também ser a oportunidade para otimizar o serviço de telecomunicações que dispõe. Verifique se na nova zona de residência tem serviço de pacotes de fibra óptica e qual a qualidade do serviço. Para isso, pode perguntar a vizinhos, pesquisar online qual a cobertura e ver qual a taxa de satisfação dos consumidores.

Outros artigos que lhe poderão interessar