Atenção! Este site usa cookies. Ao navegar no site está a permitir a sua utilização! Saiba mais.Fechar
moto à chuva

Andar de moto à chuva: cuidados a ter para uma condução segura.

26 Setembro 2017
0 comentários

Com o fim do verão e os dias de chuva a aproximarem-se, é importante que os motociclistas comecem a preparar-se para andar de moto à chuva. O fim do verão não tem de significar o abandono da moto na garagem! Para enfrentar os dias de chuva que estão a chegar, deixamos, neste artigo, algumas dicas e cuidados especiais para que tenha uma condução segura.

Dica 1: Planeie a rota e certifique-se de que viaja com segurança.

Ajustar a pressão dos pneus e garantir que os travões e as luzes estão a funcionar corretamente é sempre importante, mas em dias de chuva torna-se fundamental. Com as estradas mais escorregadias e a visibilidade reduzida, os pneus pouco cheios podem provocar derrapagens e a falta de luz pode dificultar-lhe a visão e torná-lo invisível para outros condutores.

Se tem de fazer uma viagem longa, planeie antecipadamente a sua rota. Escolha estradas onde existam pontos para paragem e descanso.

Dica 2: Escolha a roupa adequada.

Andar de moto à chuva com um casaco e calças normais não é suficiente. Para garantir uma total segurança e conforto, aposte num equipamento à prova de água, por exemplo em GoreTex. Este material faz com que a água escorra pela superfície do fato e não chegue à roupa e corpo, em caso de aguaceiro.

Além disso, tenha sempre uma especial atenção ao capacete! Este deve permitir visão anti-neblina e deve facilitar a circulação do ar e da respiração. Pode também optar por capacetes que tenham funcionalidades mais avançadas, como a descongelação eléctrica – um sistema para condições atmosféricas mais extremas que forma um “escudo eléctrico” que permite que a viseira aqueça e não congele, semelhante aos automóveis.

Dica 3: Opte por uma condução mais cautelosa.

Uma condução preventiva e cautelosa é essencial em qualquer momento. No entanto, quando as condições são adversas, isso torna-se ainda mais fundamental. Nunca é demais repetir que andar de moto à chuva é sinónimo de conduzir num piso mais escorregadio. Conduza sempre a uma velocidade adequada, aumente a distância de segurança e evite as poças de água, que podem não só causar problemas a outros condutores como também lhe podem causar deslizes e derrapagens.

Dica 4: Tenha especial cuidado com as tampas dos esgotos.

O pavimento irregular e as tampas de esgoto são sempre um grande obstáculo para quem conduz. Em dias de chuva, estes tornam-se especialmente perigosos para quem vai andar de moto à chuva. Não se esqueça de travar antecipadamente e de forma lenta sempre que vir um buraco na estrada ou uma tampa de esgoto. Sempre que for possível, evite passar por cima deles, pois com o piso molhado, esse desnivelamento pode provocar acidentes.

Andar de moto à chuva é possível e seguro… se aplicar algumas dicas e se se mantiver sempre atento e vigilante. A chuva coloca os motociclistas numa posição de fragilidade, por isso, antes de sair de casa, certifique-se que a moto está a funcionar corretamente e lembre-se que uma condução segura e responsável pode evitar derrapagens e acidentes maiores.

Fontes:

MotoClube
Motor24
Michael Padway & Associates
Sport Rider
Infografia “Riding in teh Rain”

Dica BLOGO:

Em dias de chuva é importante garantir que os travões estão a trabalhar de forma eficaz. Trave de forma lenta e periodicamente para garantir que estão livres de lama ou detritos.

Outros artigos que lhe poderão interessar

Seguro Vida