Atenção! Este site usa cookies. Ao navegar no site está a permitir a sua utilização! Saiba mais.Fechar
comprar carro

Comprar carro: que cor escolher?

5 Maio 2016
0 comentários

Uma das características mais valorizadas pelos condutores no momento de escolha do seu novo carro é a cor. A escolha da cor permite dar um toque pessoal, afirmando uma espécie de extensão da personalidade do condutor na estrada.

As marcas automóveis cedo perceberam a importância da personalização e apresentam várias opções nos seus catálogos, permitindo acompanhar tendências ou corresponder às exigências dos seus clientes.

Se está indeciso(a) sobre que cor escolher para o seu próximo carro, deixamos-lhe algumas dicas que lhe poderão ser muito úteis, uma vez que não nos devemos deixar influenciar apenas por gostos e tendências. Vejamos:

As cores mais populares

Segundo um estudo realizado pela DuPont em 2011, as cores mais populares são:

1. Branco
2. Preto
3. Cinzento
4. Vermelho
5. Azul
6. Castanho/Bege
7. Verde
8. Amarelo/Dourado

As cores mais populares são, portanto, as mais “neutras” (branco, preto e cinzento), sendo que, segundo o estudo, o preto está associado a carros de luxo. Já o branco está a ter cada vez mais uma maior procura, por ser uma cor que transmite uma imagem ecológica, de pureza e modernidade.

A cor que “esconde” melhor a sujidade e os riscos

Se não tem garagem e/ou costuma circular por zonas propícias a poeiras, deve optar pelo cinzento/prateado, pois é uma das cores que exige menos manutenção e os riscos são menos percetíveis a olho nu.

Poupe no consumo – opte por uma cor clara

A cor é visualizada como mais clara ou mais escura dependendo da capacidade da mesma em absorver a luz. Cores mais claras refletem a maioria da luz que recebem, enquanto que as cores mais escuras absorvem a maioria da luz. Isto tem uma implicação importante nos veículos, uma vez que a luz retida é transformada em calor, aquecendo mais rapidamente os veículos mais escuros (preto, azul-escuro, castanho e vermelho). A consequência é que haverá uma maior tendência para utilizar o ar condicionado e, por isso, um maior consumo energético. Assim, os brancos, cinzentos, verdes e amarelos serão cores mais eficientes para dispersar o calor provocado pela radiação solar, diminuindo a necessidade de refrigeração.

As vantagens da pintura metalizada

Associado à cor do carro temos sempre o tipo de pintura. As mais recomendáveis são as pinturas metalizadas, que são criadas através da junção de pequenas partículas de alumínio a tintas convencionais, conferindo-lhes um aspeto mais brilhante. As pinturas metalizadas, ao contrário das convencionais, contêm várias camadas que as tornam mais resistentes e duráveis contra pequenos detritos e luz solar.

Olhe para o futuro – aposte em novas tendências

Embora o branco esteja há anos no topo das cores favoritas, estudos indicam que a procura por cores como o vermelho, azul, amarelo/dourado têm crescido consideravelmente.

Por outro lado, carros com diferentes combinações de cores e até mesmo estampagens também têm ganho grande popularidade nos últimos tempos. Veja-se o caso das várias marcas que têm lançado modelos com tetos e retrovisores de cores diferentes das outras partes do carro.

Outra tendência que se tem verificado é o crescente número de veículos com tintas “mate” (sem brilho). Se está a considerar esta cor, tenha em atenção que estas tintas implicam custos de manutenção e reparação significativos.

Para obter esse tipo de cores, terá de recorrer a oficinas da especialidade já que os concessionários apenas disponibilizam cores de fabrico pré-definidas pelas marcas automóvel.

Fontes:

– DuPont
– BostonGlobe
– carwow
– The Globe and Mail

Dica BLOGO:

  • Lembre-se que as cores mais invulgares (roxo, por exemplo) tendem a desvalorizar o veículo, caso mais tarde queira vendê-lo. Apesar de poder ser uma escolha feliz na altura da compra, poderá tornar-se num grande obstáculo quando mais tarde quiser vendê-lo.

Outros artigos que lhe poderão interessar