Atenção! Este site usa cookies. Ao navegar no site está a permitir a sua utilização! Saiba mais.Fechar
Furto

O meu carro foi roubado!

13 Outubro 2015
0 comentários

A cobertura de furto ou roubo, tal como outras coberturas de danos próprios, não é obrigatória. Obviamente que facilmente se percebe a importância da mesma, daí poder contratá-la à parte, como opção, mediante um acréscimo no prémio do seguro, e ficar protegido quando o seu carro é roubado.

Se não adicionar esta cobertura à apólice, todas as situações de furto ou roubo da viatura não estarão salvaguardadas, pelo que as seguradoras não assumirão qualquer responsabilidade de indemnização ao condutor.

Todas as coberturas poderão representar um custo acrescido no momento de pagar o respetivo prémio de seguro, mas a verdade é que significam um grande alívio para os orçamentos domésticos dos segurados em caso de roubo (e nunca sabemos quando nos calha a nós), já que a seguradora irá assumir a ocorrência.

Conheça-se antes de decidir

Faça um pequeno auto-diagnóstico antes de decidir incluir ou excluir a cobertura de furto. Considere as suas rotinas com o seu veículo, os horários e os locais que frequenta ou estaciona o seu veículo. Se tem uma garagem para o estacionar, se o sistema de segurança do seu veículo é facilmente contornável, se o valor do veículo o tornará um alvo preferencial para ladrões. Finalmente, imagine-se num hipotético dia a seguir ao seu veículo ter sido roubado. Como conviveria com o facto? Qual seria o impacto no seu dia-a-dia e o da sua família?

O que fazer logo a seguir ao roubo?

Quanto efetivamente comprovar que o seu carro foi roubado, deverá dirigir-se à esquadra mais próxima e fazer uma participação da ocorrência. Solicite uma cópia do documento da participação e entregue-a ao seu agente, mediador ou companhia de seguros.

Outros artigos que lhe poderão interessar

Seguro Vida