Atenção! Este site usa cookies. Ao navegar no site está a permitir a sua utilização! Saiba mais.Fechar
inspeção periódica obrigatória

Primeira inspeção periódica? Tudo o que precisa saber para que corra bem

11 Dezembro 2015
0 comentários

O que esperar e cuidados a ter para que a sua inspeção periódica obrigatória corra na perfeição.

As inspeções periódicas obrigatórias realizam-se, para perceber o estado das viaturas, visando sempre a segurança do veículo. A inspeção consiste, então, numa série de testes, realizados por técnicos habilitados, para avaliar os sistemas de segurança ativa e passiva do carro.

O objetivo é aumentar a segurança rodoviária, através da deteção de anomalias no veículo que possam evitar falhas técnicas e possíveis acidentes.

A inspeção periódica obrigatória deve ser realizada dependendo do tipo e número de anos do veículo:

Automóveis ligeiros de mercadorias

Dois anos após a data da primeira matrícula e, em seguida, anualmente.

Automóveis ligeiros de passageiros

Quatro anos após a data da primeira matrícula e, em seguida, de 2 em 2 anos, até perfazerem oito anos, e, depois, anualmente.

Restantes automóveis ligeiros

Dois anos após a data da primeira matrícula e, em seguida anualmente.

Automóveis pesados de passageiros

Um ano após a data da primeira matrícula e, em seguida anualmente, até perfazerem sete anos; no 8.º ano e seguintes, semestralmente.

Automóveis pesados de mercadorias

Um ano após a data da primeira matrícula e, em seguida, anualmente, até perfazerem sete anos; no 8.º ano e seguintes, semestralmente.

Motociclos (L3e e L4e), com cilindrada superior a 250cc

Quatro anos após a data da primeira matrícula e, em seguida, de dois em dois anos, até perfazerem oito anos, e, depois, anualmente.

Triciclos (L5e), com cilindrada superior a 250cc

Quatro anos após a data da primeira matrícula e, em seguida, de dois em dois anos, até perfazerem oito anos, e, depois, anualmente.

Quadriciclos (L6e e L7e), com cilindrada superior a 250cc

Quatro anos após a data da primeira matrícula e, em seguida, de dois em dois anos, até perfazerem oito anos, e, depois, anualmente.

O que deve ter em conta antes de ir à Inspeção Periódica Obrigatória:

Consigo, deve levar o livrete ou o documento único automóvel (DUA) e a ficha da última inspeção. Caso seja a primeira vez, basta levar o livrete ou o DUA.

Para que tudo corra bem na inspeção, recomenda-se a realização de algumas pequenas verificações, antes da mesma, entre as quais:

  • O normal funcionamento dos limpa para-brisas;
  • Luzes: presença, médios, máximos, nevoeiro, mudança de direção/piscas, perigo/ 4 piscas, travagem, marcha atrás e chapa de matrícula;
  • Pneus: o relevo do piso, por lei, deve ter pelo menos 1,6 mm;
  • Espelhos retrovisores: interior e exteriores;
  • Cintos de segurança;
  • Colete refletor e triângulo de sinalização (o técnico vai verificar os mesmos).

O processo de inspeção automóvel, por vezes, requer uma cooperação entre o técnico e o condutor do veículo. Alguns testes são efetuados apenas pelo técnico, como a identificação do veículo, o controlo da emissão de poluentes e a examinação ao interior e exterior da viatura. No entanto, alguns procedimentos necessitam do envolvimento do condutor, como por exemplo a verificação dos travões, luzes, direção, etc. Nestes procedimentos, o técnico poderá pedir-lhe que efetue algumas tarefas, como travar e acelerar.

Dica BLOGO:

Não sabe quando irá ter que levar o seu veículo à inspeção periódica? Descubra utilizando este simulador

Outros artigos que lhe poderão interessar

Seguro Vida