Atenção! Este site usa cookies. Ao navegar no site está a permitir a sua utilização! Saiba mais.Fechar
Preços de carros novos

Preços de carros novos vão aumentar: descodificamos a norma WLTP

5 Julho 2018
0 comentários

A partir do dia 1 de Setembro todos os carros novos vão estar sujeitos a uma homologação via WLTP. Com este novo método para determinar as emissões dos veículos, espera-se uma subida drástica do valor anunciado de CO2. Para evitar uma subida tão drástica, o regulamento prevê que até 1 de Janeiro de 2020 seja feita uma conversão parcial do WLTP em NEDC, dando origem ao NEDC2. O que pode parecer apenas um termo complicado e desinteressante, vai, na realidade, levar a uma alteração visível nos preços de carros novos.

Mas o que é esta nova lei? E porque é que vai afetar de forma tão visível os preços de carros novos? Nós explicamos.

WLTP: o que é?

Os carros , para serem vendidos ao consumidor, precisam de passar por testes e regulamentos de homologação. Atualmente, o sistema de testes em vigor é o chamado NEDC (sigla para New European Driving Cycle). Este sistema é o que vai ser substituído em Setembro pela nova norma, chamada de WLTP.

WLTC é siga para Worldwide Harmonized Light Vehicles Test Procedure. Tal como o nome indica, o WLTC é um sistema de testes universal. Em contraste com a norma NEDC que apenas dizia respeito à Europa, a WLTC será aplicada de forma global.

Em primeiro lugar, o facto de ser uma norma universal é um dos pontos positivos apontados ao WLTC. Isso permite que os carros sejam homologados da mesma forma, de forma generalizada.

Em segundo lugar, outro ponto positivo, é que a norma vai medir os consumos dos veículos de forma mais realista. Os consumos vão ser medidos com testes tanto em laboratório, como em situação real – na estrada.

No entanto, estes pontos positivos vão levar a um aumento notório na apresentação do consumo energético dos automóveis, estimado entre os 10% e os 15%, de tal forma que o preço de carros novos vai disparar.

Relação dos preços de carros novos com o consumo

O preço de venda dos veículos ao consumidor final é afetado sobretudo pelos impostos, sendo o principal, o Imposto sobre Veículos (ISV), que é aplicado sobre os veículos novos.

Uma vez que o ISV é calculado tendo como base a cilindrada do motor e as suas emissões de CO2, as novas normas vão influenciar esses valores.

Em síntese, a nova norma de homologação vai levar à apresentação de valores de consumo mais elevados, porém mais reais. Por conseguinte, o valor do imposto dos preços de carros novos irá subir, pois é calculado com base nesses valores de consumo.

Fontes:

Observador
Jornal de Negócios
Público

Dica BLOGO:

Os carros elétricos e mais ecológicos são uma possibilidade para poupar dinheiro e também energia. Durante a pesquisa da compra de um carro novo, compare os preços. Dessa forma, poderá ver se não compensa adquirir um carro mais ecológico, seja elétrico ou híbrido. Deixamos sites úteis onde pode ter uma ideia do valor dos modelos que pretende adquirir, como o netcar ou o guiadoautomovel.
Certifique-se também que o seu carro novo está coberto por um seguro automóvel, e que escolhe um seguro que lhe permite ter as coberturas adaptadas às suas necessidades. Saiba mais sobre o Seguro LOGO Auto.

Outros artigos que lhe poderão interessar

Seguro Vida