Atenção! Este site usa cookies. Ao navegar no site está a permitir a sua utilização! Saiba mais.Fechar
minimalismo

Seja mais feliz adotando o minimalismo como estilo de vida.

30 Maio 2017
0 comentários

O minimalismo enquanto estilo de vida é cada vez mais falado como sendo a adoção de hábitos de “viver mais com menos”. A diminuição da compra compulsiva leva a grandes poupanças mas não só!

O minimalismo tem também vindo a ser analisado como uma fonte de felicidade. São vários os exemplos de sociedades (como a dinamarquesa) ou de pessoas que se denominam de minimalistas, que associam esse estado de espírito ao facto de terem poucos bens materiais.

Fumio Sasaki é um desses exemplos. Numa entrevista ao jornal The Guardian, Fumio explica que ao livrar-se de grande parte dos seus bens materiais, se tornou bem mais feliz.

Minimalismo e felicidade: qual é a relação?

Tal como outros minimalistas, Fumio explica que ter poucos bens materiais o ajudou a perceber o que é a felicidade. O excesso de objetos materiais leva a que a nossa atenção e preocupação se centralize em bens e não em emoções.

Vivemos numa época em que o consumo faz parte do ADN das pessoas. Queremos sempre mais coisas, sendo que a maior parte delas não dura muito tempo.

O minimalismo associado à felicidade não deve ser visto como a abdicação de todos os bens materiais. O truque para ser mais feliz é tentar perceber qual é o propósito de cada objeto e coisa que se possui. Entender o propósito leva a que o comportamento mecânico e compulsivo da compra seja reduzido.

Um estudo realizado por P. Brickman nos anos 70, mostra que o dinheiro pode comprar felicidade… mas temporariamente. A emoção de um novo bem ou objeto não é duradouro.

A felicidade associada ao minimalismo passa pelo uso e pela importância duradoura do objeto. Praticar o minimalismo para ser mais feliz não significa não ter bens materiais. Significa sim, guardar coisas a que vai dar uso e que vão estar associadas ao seu dia-a-dia.
Se procura novas formas de viver e de ser feliz, porque não aproveitar o início do verão para fazer uma limpeza na sua casa? Guarde o que lhe é realmente necessário e viva mais a sua vida!

Fontes:

The Guardian
Ted Talk: Graham Hill “Less stuff, more happiness”
Blogo
The Minimalists

Dica BLOGO:

Fazer listas pode ajudar neste processo de limpeza e triagem de objetos em casa. Faça uma lista das coisas que usa mais do que três vezes por semana. Essas serão certamente as coisas que valem a pena guardar enquanto bem material!

Outros artigos que lhe poderão interessar