Atenção! Este site usa cookies. Ao navegar no site está a permitir a sua utilização! Saiba mais.Fechar

7 cuidados de saúde que os pais devem ter com os recém-nascidos

12 Setembro 2018
0 comentários

É consensual que os recém-nascidos são frágeis, carentes da nossa atenção e, principalmente, da nossa capacidade de ler os seus sinais, de modo a perceber quais as suas necessidades e disposição a cada momento.

É por essa razão que é essencial garantir as necessidades básicas e o bem-estar de um ser carente e incapaz de se expressar verbalmente. Assim, neste artigo partilhamos consigo sete dicas fundamentais a ter com o seu recém-nascido.

Cuidados a ter com os recém-nascidos

1. O Coto Umbilical
Antes de mais nada, não se alarme quando verificar um corrimento amarelado à volta do coto umbilical do recém-nascido. É normal e uma limpeza com água e sabão neutros, bem como depois secar corretamente, será suficiente.

Atenção a possíveis sinais de inflamação, denunciadas muitas vezes com vermelhidão ou mau cheiro. A queda do coto umbilical varia consoante o bebé, sendo que a demora não é necessariamente um mau sinal. Assim como, depois de cair, o facto de poder sangrar ou demonstrar alguma serosidade, não tem que ser um mau sinal.

2. O Banho do Bebé
O banho dos recém-nascidos levantam sempre muitas dúvidas, sobretudo para os pais pela primeira vez.

Vamos por partes! Em primeiro lugar, a hora do banho. Isto é, para saber a que hora dar o banho, foque-se nos sinais do seu bebé – perceba quando é que o bebé se sente mais relaxado depois de um banho – e opte por dá-lo sempre a essa hora.
Em segundo lugar, a temperatura: coloque sempre a água fria e seguidamente a quente na banheira. Antes de começar o banho, verifique a temperatura da água, pode até utilizar um termómetro para ser mais rigoroso.

Por último, a limpeza do bebé deverá ser feita da cabeça para os pés. E a limpeza dos olhos deve ser feita com soro fisiológico e compressas esterilizadas nos primeiros dias de vida.

Lembre-se também que os recém-nascidos não precisam de tomar, obrigatoriamente, um banho diário.

3. Muda de Fralda
Apesar da utilidade que as toalhitas descartáveis proporcionam, opte por usá-las apenas quando não estiver em casa. Isso não só por questões ambientais, mas também por questão de saúde, evitando assim usar químicos no recém-nascido.

Assim sendo, em casa, sempre que fizer uma muda de fralda, lave o seu bebé com água e sabão neutros ou utilize apenas uma toalhita de algodão reutilizável com água. Depois seque-o bem, aplicando um creme hidratante a seguir, de preferência biológico e com o menor número de ingredientes.

Com o intuito de evitar demasiados produtos na pele do bebé, os cremes muda-fralda ou creme de assaduras, deverão ser aplicados apenas quando os genitais apresentarem vermelhidão.

4. Amamentação Materna
A amamentação é um tema importante quando se fala de recém-nascidos.

Se a mãe for amamentar, deve procurar iniciá-la o mais brevemente possível após o parto.

Lembre-se também da importância de amamentar à noite: a hormona responsável pela produção do leite materno é libertada em maiores quantidades durante a noite, o que proporcionará uma melhor produção do mesmo.

Não dê outro alimento ou líquido ao seu bebé, exceto por indicação médica, durante os primeiros seis meses de vida.
Verifique que o bebé suga bem o leite: a boca deverá estar bem aberta, cobrindo grande parte da auréola, o lábio inferior para fora, o queixo a tocar ou quase em contacto com a mama.

5. Massagem do Recém-nascido
O toque é a forma de comunicação por excelência para com os recém-nascidos. Para incentivar esse contacto pele a pele, pode fazer uma massagem.

Massaje o corpo do seu bebé, com movimentos lentos, sem incidir em nenhum ponto em particular. Este processo promove o relaxamento e bom funcionamento do seu organismo, bem como o aprofundamento do vínculo com os pais.

6. Rotinas e o seu Funcionamento
Somos, nós humanos, seres que criam e cumprem rotinas por natureza. Pois bem, essa é uma necessidade de que carecemos desde que nos fazem dar o primeiro choro.

Garanta os momentos e horas de sono do seu recém-nascido; não se preocupe com rotinas de alimentação, ele saberá como o fazer perceber, através de sinais sonoros, que tem fome. Tenha atenção, também, às rotinas de higiene.

Conclusão

Algo importante que os pais de recém-nascidos vão aprender de forma natural são os sintomas comuns que mais alarmam, como por exemplo:

  • A pele dos bebés descama, normalmente, entre o sétimo e décimo dias de vida, sendo este um sintoma que deverá interpretar com naturalidade;
  • A respiração dos bebés é irregular, podendo ser veloz ou muito lenta, e não constante como a dos adultos, o que se corrigirá naturalmente com o tempo;
  • Os clássicos soluços de bebé, fonte de tantas angústias, acontecem quando mamam muito rápido ou não arrotam convenientemente.

Fontes:

SAPO Lifestyle
E-konomista

Dica BLOGO:

Em caso de dúvidas pontuais, pode recorrer a grupos, fóruns ou blogs de especialidade sobre puericultura e parentalidade. Nesse sentido, alguns exemplos são o grupo de Facebook da Escola Natural, os serviços online da Enfermeira Carmen Ferreira ou ainda o blog e materiais gratuitos disponibilizados na Rebento.

Outros artigos que lhe poderão interessar

Seguro Vida