Atenção! Este site usa cookies. Ao navegar no site está a permitir a sua utilização! Saiba mais.Fechar

Plásticos: conheça os diferentes tipos e proteja a sua saúde e o ambiente

9 Outubro 2018
0 comentários

Nos tempos que correm, um dos maiores problemas ambientais que enfrentamos são os plásticos. Estima-se que cerca de oito milhões de toneladas de plástico chegam aos oceanos todos os anos.

A falta de conhecimento ambiental do passado criou este enorme problema que tem de ser resolvido não apenas nas próximas gerações, mas a partir de agora.

As embalagens de plástico são usadas todos os dias para o transporte e conservação de alimentos. Assim, é importante e necessário perceber:

  • Quais as diferenças entre os vários tipos de materiais usados;
  • Quais os riscos envolvidos no uso de tanto plástico;
  • Que marcas e alternativas existem para proteger não só o ambiente, como também a nossa saúde.

Que diferentes tipos de plástico existem?

Tereftalato de Polietileno

Existem diferentes tipos de plásticos atualmente. Em primeiro lugar, de entre os materiais consciencializados pelo público geral, está o Tereftalato de Polietileno (PET ou PETE).

O PET é habitualmente usado:

  • Nas garrafas de plástico;
  • Nas embalagens de ketchup e de outros molhos.

Este plástico começa a desagregar-se após múltiplos usos, o que permite a contaminação dos líquidos por amônio. Por exemplo, lembra-se quando deixou a garrafa de água ao sol? Isso criou uma alteração de sabor, certo? Isto mostra a prepotência à criação de bactérias nestes materiais.

Polietileno de Baixa ou Alta Densidade

Em segundo lugar, outro plástico bastante utilizado é o Polietileno de Baixa ou Alta Densidade (LDPE e HDPE). Este tipo é muito usado em:

  • Embalagens de cosmética e de produtos de limpeza;
  • Sacos plásticos do pão ou vegetais e nos sacos plásticos de supermercado.

Apesar de existirem muitas campanhas de sensibilização, como a reutilização de sacos plásticos ou a troca por sacos de papel, ainda existe muito LDPE a circular.

Contudo, também há casos como a marca de cosméticos Lush que tem campanhas para a venda de cosméticos sem embalagens, uma fórmula atrativa aos clientes e amiga do ambiente.

Polipropilenos

Outro tipo de plástico é o Polipropilenos (PP) usado:

  • Nas tampas de garrafas;
  • Nas embalagens de manteiga ou iogurtes;
  • Nas populares palhinhas.

Certamente já ouviu falar que estes produtos, apesar de não constituírem um risco elevado de contaminações, acabam por ser destrutivos devido à enorme quantidade de utilização anual.

Países como a Índia tentam agora combater este problema com a proibição da sua utilização nas grandes empresas. Por conseguinte, isso levou a que marcas como a Starbucks ou a McDonalds adotassem também esta política ambiental.

Cloreto de Vinilo e Polistireno

No entanto, onde surgem os maiores problemas são nos plásticos de Cloreto de Vinilo (PVC) e Polistireno (PS), que são usados em:

  • Objetos como garrafas de limpeza;
  • Brinquedos;
  • Pratos e utensílios de comer descartáveis.

Estes materiais causam danos imensos à saúde pública, sendo associados a doenças como o cancro. Por outras palavras, é importante evitar estes plásticos, sabendo que existem várias marcas que já não os usam.

Conclusão

Em contrapartida, existe também um aumento de campanhas contra o uso do plástico. Só para exemplificar, em Portugal temos movimentos como:

Sob o mesmo ponto de vista, temos também empresas como a Saponina que faz produtos de cosmética sem embalagens ou a Rebento que procura oferecer produtos de puericultura e familiares mais ecológicos (como brinquedos e cosmética).

Aproveite as oportunidades do dia a dia para fazer o seu papel e participe num dos movimentos mais importantes da nossa geração!

Fontes:

Pinterest
Stop Cancer Portugal

Dica BLOGO:

Envolva as crianças neste movimento e consciencialização. Ou seja, dê o exemplo de reciclar, reutilizar mas também de evitar o consumo excessivo sem utilidade e propósito!

Outros artigos que lhe poderão interessar

Seguro Vida