Atenção! Este site usa cookies. Ao navegar no site está a permitir a sua utilização! Saiba mais.Fechar

Parabenos, ftalatos e outros: o que evitar nos cosméticos?

5 Junho 2018
0 comentários

A nossa pele é exposta continuamente a diversos produtos de cosmética. Quando falamos da presença de componentes químicos ou nocivos em produtos de cosmética, como é o caso dos parabenos ou dos ftalatos, é preciso ter em conta que não nos estamos a referir apenas a cremes e a maquilhagem.

Dentro da cosmética sob a qual precisamos de ter um olhar atento, estão também os produtos usados no banho, a pasta de dentes, os desodorizantes e até mesmo os perfumes.

A nossa pele é o maior e mais fino órgão do nosso corpo, que nos acompanha durante toda a nossa vida e que pode sofrer danos irreversíveis. Como tal, existem diversos cuidados que devemos ter em conta para a sua preservação.

Tal como na nossa alimentação, certos produtos têm componentes que para melhorarem o seu aspeto ou consistência, não são devidamente utilizados, uma vez que são aplicados em quantidades demasiado elevadas.
Para o ajudar a ler e conhecer melhor os seus produtos de cosmética, citamos a lista de componentes que merecem a sua atenção:

Parabenos

Os parabenos são conservantes químicos que podem ser encontrados nos champôs, desodorizantes, cremes e maquilhagem. A razão pela qual os parabenos são utilizados nestes produtos é devido às suas propriedades antibacterianas que ajudam na sua conservação.

Os parabenos são facilmente eliminados do corpo, contudo, quando em contacto com a pele, a sua eliminação é mais complicada.

Estudos mostram que estes conservantes químicos podem causar alergias, envelhecimento precoce da pele e que têm propriedades cancerígenas. Nos rótulos dos produtos, se vir algum ingrediente que acabe em PARABEN, este é geralmente um derivado dos parabenos.

Sulfatos

Os sulfatos são compostos químicos de sal + ácido gordo. São normalmente usados em produtos, tais como champôs, pastas de dentes, sabonetes, etc. Estes são particularmente usados para criar mais espuma e tornar os produtos mais apelativos.

Estudos comprovam que o uso de sulfatos pode causar irritações na pele, desregular os níveis hormonais e danificar os níveis de proteína. Por exemplo, estes compostos químicos retiram os óleos naturais do cabelo. Apesar disto tudo, o uso de sulfatos é considerado seguro até uma concentração de 50%.

Ao ler os seus produtos de cosmética, tenha atenção não só à presença de sulfatos, mas também à percentagem de concentração. Deve evitar produtos com sulfatos com uma concentração acima dos 50%, uma vez que podem ser nocivos..

Parafina

A parafina tem como principais objetivos hidratar e dar brilho. Encontra-se principalmente em cremes, óleos e é claro, em maquilhagem. Tal como os sulfatos, a parafina pode causar irritações na pele e ainda desregular os níveis hormonais. Nos rótulos dos produtos, a parafina pode ser encontrada sob o nome de paraffinum liquidum.

Conclusão

Felizmente, a consciência sobre a presença de componentes nocivos em produtos do quotidiano é cada vez maior. As marcas têm vindo a criar cada vez mais gamas e alternativas mais seguras, à base de plantas ou ingredientes naturais.

Para além de ser aconselhado recusar cosméticos com estes elementos e componentes presentes, privilegie também produtos com o menor número de ingredientes possíveis. Produtos com ingredientes que reconhece, é também um bom indício, pois pode ser sinónimo de um produto feito com ingredientes naturais.

Fontes:

MadeByChoices
Observador
NIT
Rebento

Dica BLOGO:

A presença de químicos num cosmético, seja em pequena ou grande quantidade, pode provocar reações alérgicas. Antes de usar um produto novo, teste-o numa pequena zona do seu corpo. Pode testá-lo por exemplo na palma da mão, para testar a reação da sua pele.

Outros artigos que lhe poderão interessar

Seguro Vida