Atenção! Este site usa cookies. Ao navegar no site está a permitir a sua utilização! Saiba mais.Fechar

Como preparar a marmita perfeita?

25 Outubro 2018
0 comentários

Levar o almoço, na marmita para o trabalho, é uma opção cada vez mais comum entre os portugueses.
A poupança que significa e o facto de ser uma escolha, à partida, mais saudável são dois dos principais fatores que contribuem para essa decisão.

Pode parecer complicado: preparar de véspera? No próprio dia? Cozinhar de propósito para o almoço do dia seguinte?

Como resultado das suas necessidades, neste artigo vamos descomplicar este tema e apresentar dicas úteis para preparar a marmita perfeita.

O planeamento é a chave para uma marmita perfeita

Primeiro, a melhor forma de assegurar que todos os dias leva almoço é planear antecipadamente. Mas não se preocupe, nem se assuste, pois não é algo que lhe consumirá muito tempo ou difícil de fazer.

Uma forma fácil e rápida de o levar a cabo é, no domingo, ou qualquer que seja o dia que antecede o início da sua semana de trabalho, pensar num menu para a semana.

Veja o seu frigorífico, congelador, dispensa… verá que tem muitas mais opções do que à partida pensou!

Segundo, uma forma visível de assegurar o planeamento é escrevê-lo e deixá-lo bem visível na cozinha: na porta do frigorífico, na bancada, ao alcance imediato dos seus olhos.

A forma mais fácil de decidir o que levar é seguir a ideia “fazer jantar a mais para não ter almoço a menos”. Ou seja, ao fazer o jantar tenha em conta uma quantidade extra. Essa quantidade vai ser o seu almoço do dia seguinte.

No fundo, o planeamento da refeição que já falámos é transposta para o jantar e almoço do dia seguinte. Assim que a refeição estiver pronta, pode colocá-la no recipiente em que a levará e questão resolvida!

Um outro benefício é que esta opção acaba por resultar numa poupança a longo prazo.

Ficar com a refeição preparada de véspera e pronta para levar é a opção mais prática, económica e com maior probabilidade de sucesso: ninguém quer levantar-se mais cedo para estar a cozinhar, por exemplo.

Na hora de planear a marmita, não esqueça o que a sua refeição perfeita deve conter:

  • verduras,
  • hidratos de carbono,
  • proteína,
  • fruta e
  • uma bebida saudável.

Como levar e manter acondicionada a marmita

Considerando que a refeição está pronta para guardar e levar, tem algumas opções de como a acondicionar e transportar; o recipiente pode ser de plástico ou de vidro.

Dentro dos de plástico tem a opção de ter com divisórias, em que separa os diferentes componentes da refeição, ou espaço único.
No entanto, tendem a não ser recomendados pelos potenciais químicos que contêm, especialmente para aquecimento de comida.

Se for a sua opção usar um recipiente de plástico tenha o cuidado de quando aquecer a comida no micro-ondas o fazer num prato e não no próprio recipiente. Por outro lado, tem também os de vidro, com os quais não há esta preocupação.

Para transportar e até guardar a marmita até à hora da refeição – caso não tenha frigorífico no seu local de trabalho – pode utilizar bolsas térmicas. Assim, consegue não só manter por mais tempo a temperatura dos alimentos, como também as propriedades dos mesmos.

Mas, se não tiver micro-ondas no seu local de trabalho, não desanime. Afinal, pode sempre apostar em comidas “frias” que não necessitam de aquecer e podem perfeitamente ser comidas à temperatura ambiente.

Por exemplo, as saladas são ideais, tanto de batata, como de massa ou vegetais, nas quais pode ainda apostar em frutos secos, atum, peito de frango… as opções são imensas!

Marmita alternativa?

Há aqueles dias em que não há tempo, em que nem sobrou jantar, em que se comeu fora ou Take-Away ou que não apetece pensar na marmita…

Se o restaurante implica um custo acrescido, uma opção recente, económica e saudável é a Eat Tasty. Se trabalha na zona de Lisboa, considere esta opção!

Em suma a Eat Tasty dedica-se à confecção de comida caseira. Porque facilidade é o objetivo, pode encomendar no próprio dia, ou antecipadamente! O preço habitual, já com o transporte incluído, é de 5,90€ por refeição.

Além disso, preparar a marmita perfeita é um estímulo à criatividade. Tanto quanto possível, conjugue os alimentos que mais gosta e lembre-se que há sempre uma alternativa!

Fontes:

Economias
Dinheiro Vivo
SAPO Lifestyle
Time Out

Dica BLOGO:

Uma vez que ter energia é essencial, mantenha uma alimentação saudável ao longo do dia. Para que sinta mais energia e bem-estar, aposte em alimentos que sustentem o seu nível de concentração. Esqueça os doces. Opções como fruta, frutos secos e pães/tostas/bolachas integrais são as melhores soluções e pode acrescentar na sua marmita.

Outros artigos que lhe poderão interessar

Seguro Vida