Atenção! Este site usa cookies. Ao navegar no site está a permitir a sua utilização! Saiba mais.Fechar
desperdicio de alimentos

5 dicas para evitar o desperdício de alimentos.

13 Julho 2017
0 comentários

Em Portugal, todos os anos, existe um desperdício de alimentos de cerca de um milhão de toneladas, sendo as famílias, as responsáveis por mais de 320 mil toneladas.

O desperdício alimentar tem consequências a vários níveis. E porque sabemos que é algo que todos gostaríamos de evitar, apresentamos-lhe 5 dicas para aproveitar melhor os alimentos e evitar o desperdício alimentar em sua casa.

1. Planeie as suas refeições.

Planear refeições ajuda, não só, a que tenha menos uma preocupação durante o dia, como a perceber quais os alimentos que precisa realmente de comprar.

Experimente fazer um plano de refeições semanal e anote todos os alimentos de que precisa. Depois de fazer esta lista, só precisa de verificar quais os alimentos que já tem em sua casa e os que precisa de comprar. Este plano vai ajudá-lo a fazer compras mais inteligentes.

2. Consulte os prazos de validade.

Já no supermercado, ganhe o hábito de consultar os rótulos dos alimentos, principalmente se estiver a comprar alimentos que não vão ser consumidos nos dias imediatamente a seguir à sua compra.

Ao consultar os prazos de validade, pode escolher os alimentos com um prazo mais alargado e evitar, assim, que se estraguem se tiverem datas de validade muito próximas.

3. Tenha atenção à organização.

Na restauração e noutras indústrias é habitual ouvir falar na técnica FIFO (First In First Out ou, numa tradução livre, primeiro a entrar, primeiro a sair). Ainda que nas nossas casas não haja uma grande acumulação de stocks, como acontece num restaurante, por exemplo, esta técnica pode e deve ser transportada para a realidade doméstica também.
Organize na despensa e no frigorífico os alimentos por categoria e por prazo de validade. Desta forma irá sempre consumir aqueles com data de validade mais próxima.

4. Opte por congelar.

Foi ao mercado e aproveitou para comprar legumes para duas ou três semanas? Sobrou mais comida ao jantar do que esperava? Congele!

Ao congelar está a prolongar a vida útil dos alimentos e esta técnica pode, ainda, ajudá-lo ao nível de organização. Os legumes para a sopa podem ficar já cortados e divididos por sacos, por exemplo.

5. Aproveite o que sobrou.

As frutas e os legumes merecem uma nova oportunidade. Pequenos gestos ajudá-lo-ão a poupar dinheiro e a poupar o nosso planeta. Reflita sobre como poder tirar o máximo partido dos restos das refeições e adote pequenas ações diárias que façam sentido para si e para a sua família.

Já pratica algumas destas técnicas para evitar o desperdício de alimentos? Ou conhece outras técnicas fabulosas? Partilhe com os seus conhecidos este artigo e as suas ideias! Juntos podemos reduzir o desperdício de alimentos em Portugal e poupar ao fazê-lo !

Fontes:

Lusíadas Rota da Saúde
E-konomista
OMO

Dica BLOGO:

Se tem um jardim, aproveite as cascas de ovos, de frutas e legumes, as borras do café e os restos da comida e faça a sua própria compostagem caseira. Desta forma reduz a quantidade de lixo orgânico que vai para aterros e fertiliza de forma natural o seu jardim.

Outros artigos que lhe poderão interessar

Seguro Vida