Atenção! Este site usa cookies. Ao navegar no site está a permitir a sua utilização! Saiba mais.Fechar

Diferença entre ser Vegan e Vegetariano

8 Maio 2018
0 comentários

Os termos vegan e vegetariano são cada vez mais ouvidos e vistos. Segundo um estudo feito pela consultora Nielsen a pedido do Centro Vegetariano – Associação Ambiental para a Promoção do Vegetarianismo, estima-se que em Portugal existam mais de 60 mil pessoas a seguir um estilo de vida vegan.

Mas que diferenças existem entre os termos vegan e vegetariano? Serão a mesma coisa?

Um pouco de história sobre o vegetarianismo

Com a proliferação dos escândalos alimentares, com a banalização dos transgénicos e a hegemonia da indústria agro-alimentar, cada vez mais as pessoas refletem sobre os seus hábitos alimentares e de consumo no geral.

No entanto, o vegetarianismo é uma prática alimentar que é conhecida desde a época da Grécia Antiga. São muitos os filósofos gregos que eram vegetarianos.
Pitágoras é até, por muitos, considerado o “pai” do vegetarianismo.

Durante muito tempo até se chamou de “pitagóricas” as pessoas que excluíam a carne da sua dieta alimentar! Mais tarde, o vegetarianismo conquistou muitos outros pensadores e cientistas famosos como Einstein, Leonardo da Vinci ou ainda Mahatma Gandhi.

Diferentes variações

Hoje, com o avanço dos tempos, surgem dentro da categoria de “não comer carne” várias variações que levam a que as pessoas se sintam perdidas.

O próprio termo “vegetarianismo” é hoje desdobrado em muita confusão. Originalmente, uma pessoa vegetariana, que segue portanto o vegetarianismo, é uma pessoa que exclui da sua alimentação todos os produtos de origem animal.

  • Uma pessoa 100% vegetariana leva, assim, uma alimentação“plant-based” ou seja totalmente vegetal.
  • Uma pessoa vegana estende esta definição a tudo na sua vida; significa que um vegano não compra sapatos ou sofás de couro, não usa peles, não usa cosméticos testados em animais, não vai ao jardim zoológico ou ao circo com animais, etc.

    Contudo, por motivos práticos de mercado, hoje associa-se sobretudo o termo “vegetariano” a uma pessoa ovo-lactovegetariano. Ou seja, quando ouvimos geralmente falar de vegetarianismo, é relativo a pessoas que não comem carne, mas que consomem ovos, leite e laticínios. Esta é a forma mais comum de vegetarianismo na Europa.

Como a adoção da palavra “vegetariano” pode ser interpretada de diferentes formas, é importante clarificar com a pessoa, em caso de dúvida, para entender se a pessoa consome apenas produtos de origem vegetal ou se apenas não come carne.

Conclusão

De forma prática, a diferença comum entre um vegan e um vegetariano é que o primeiro não usa, não come nem consome nada que tenha origem animal, testes ou exploração animal no seu processo de fabrico ou composição. Um vegetariano, já por si, leva uma alimentação sem carne e sem peixe, consumindo – ou não – ovos, leite e laticínios.

Fontes:

Publico
History
AVP

Dica BLOGO:

O vegetarianismo pode ser uma forma de adotar uma alimentação saudável. Não precisa de fazer uma transição total se assim não o sentir; experimente fazer uma transição progressiva ou apenas em adotar pratos vegetarianos pontualmente para descobrir o sabor dos vegetais e dos verdes!

Outros artigos que lhe poderão interessar

Seguro Vida