Atenção! Este site usa cookies. Ao navegar no site está a permitir a sua utilização! Saiba mais.Fechar
Intolerância aiimentar

Intolerância alimentar ou alergia: descubra as diferenças.

11 Julho 2017
0 comentários

Confundimos muitas vezes alergia alimentar com intolerância alimentar. Mesmo que um quarto da população portuguesa apresente algum tipo de intolerância alimentar, isso não significa, que sofram também de alergias alimentares.

A confusão entre intolerância alimentar e alergia alimentar ainda subsiste. Ambos os termos fazem parte das “reações alimentares” que o corpo humano pode sofrer.

As reações alimentares são, por sua vez, divididas em duas grandes categorias: as alergias alimentares e as intolerâncias alimentares. Neste artigo, fique a conhecer a diferença entre estes dois termos.

O que é uma alergia alimentar?

Uma alergia alimentar caracteriza-se por uma resposta anormal do sistema imunitário a um determinado alimento. Geralmente essa reação é provocada pela proteína do alimento, a qual denominamos de alergénio.

Estima-se que 90% das reações alimentares sejam provocadas por leite de vaca, marisco, trigo e soja, ovos, frutos secos e peixe e é certo que as alergias alimentares são mais comuns em crianças do que em adultos.

De forma a prevenir a reação alérgica, deve evitar-se ingerir o alimento ou alimentos que contém o alergénio na sua composição.

O que é uma intolerância alimentar?

Ao contrário do que acontece com uma alergia alimentar, face a uma intolerância alimentar, a reação do organismo não envolve o sistema imunológico. Uma intolerância alimentar ocorre quando o organismo não é capaz de digerir corretamente um determinado componente do alimento.

A intolerância alimentar mais conhecida é a intolerância à lactose. Esta intolerância deve-se à insuficiência de enzimas nos intestinos capazes de digerir a lactose (açúcar presente no leite).

As intolerâncias alimentares podem desenvolver-se ao longo da vida e estão muitas vezes associadas ao consumo excessivo de um determinado alimento, como sejam o leite e seus derivados, trigo, chocolate, tomate ou produtos alimentares com muitos aditivos e conservantes.

Uma particularidade da intolerância alimentar é que esta pode apresentar vários níveis. Para tratar uma intolerância alimentar pode ser necessário deixar de ingerir o alimento ou suspender a sua ingestão durante algumas semanas.

As grandes diferenças entre uma alergia e uma intolerância alimentar são, em grande parte, as reações que causam as suas consequências. Uma alergia alimentar provoca uma reação do sistema imunitário sempre que se ingere o alimento, mesmo em pouca quantidade. Já uma intolerância alimentar provoca uma reação fisiológica e pode ter vários graus. Em alguns casos só ocorrem reações quando há um consumo elevado do alimento ou ingrediente em causa.

Fontes:

Lusíadas Rota da Saúde
Saúde Cuf
Sapo Lifestyle
Banco da Saúde

Dica BLOGO:

Se acha que pode ter uma reação alimentar, consulte o seu médico. Se for uma alergia alimentar, terá que ser necessário conhecer qual é a alergia em questão e fazer um tratamento apropriado. Se for uma intolerância, um alergologista poderá ajudá-lo a adaptar o seu estilo de vida e alimentação para limitar os sintomas. Em todo o caso, um diagnóstico médico é essencial!

Outros artigos que lhe poderão interessar

Seguro Vida